Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The name is Mia

Desmistificar o sexo, os sex toys e questões como o assedio. Costumo dizer que tenho um sonho......que uma ou um colega chegue ao trabalho toda descabelada e diga: -Opá avariou.se o vibrador! Em vez de dizer, avariou-se a maquina de lavar!

The name is Mia

22
Mar22

A mula

Mia

WAD_Cavalry_Red

WAD_Cavalry_Red

 

Sou uma grande fâ de reviewers. Mas.....as vezes abusam.

Então não li um post de uma rapariga que diz que esse mesmo dildo aí da imagem, se adapta perfeitamente ao corpo e atinge todos os lugares interiores e que dá muito prazer.

Dizem-lhe voces ou digo-lhe eu?

É que a rapariga deve de ser uma égua, ou uma mula, se lhe preenche todos os lugares.

21
Mar22

A ordem de soltura

Mia

casa.jpg

 

Em 3..2..1 Run forest runnnnnn.

Então temos ordem de trabalho presencial. Uns querem, outros mais ou menos, alguns não querem.

O pessoal está habituado a estar á vontade, mesmo em reunião pelo zoom dá para coçar os tomates á vontade, que ninguém vê.

No escritório, a maioria em open space não é? pois é.

As calças e os sapatos apertam, descobres que não tens roupa de jeito. Tentas fazer as pazes com a bexiga porque agora já não podes ir á casa de banho quando queres. Mentalizaste que o café não vale nada e que fumar só na pausa.

Homens...breve olhar para ver quem está melhor e quem está menos bem, as mulheres o mesmo.

Olhas para a pessoa ao teu lado, nem a reconheces logo. o cabelo parece um emaranhado de palha de aço com uma cor esverdeada. Dizes olá com um sorriso amarelo e a pensar, coitadita, parecia tão boa mocinha.

Olhas em frente a medo. Ahhh a mulher em frente a ti, parece a mesma, quasi normal e que também está a olhar para a palha de aço verde. Menos mal, relaxas e começas a tentar trabalhar. O equipamento é diferente e parece que já não sabes mexer nas coisas. Mais ou menos uma hora depois vais lá fora apanhar ar, conversa da treta para aqui e para ali. Quando voltas para a secretária vês a colega da frente a escrever com uma mão e com a outra a tirar macacos do nariz.

Holy shit...quero a minha casa!

 

 

 

 

18
Mar22

control much?

Mia

controç.jpg

 

Sou uma controladora. Control freak á força toda. Tenho que ter as coisas á minha maneira, disposição, cores, coisas e também gestos, expressões e palavras. Se sai algo do meu dominio, já não sabe bem, não é bom, já não quero e não gosto.

É engraçado ver como as pessoas á minha volta se adaptam a este meu feitio de merda. E o pior é que quando o fazem eu também não gosto. A piada está no desafio.

Bom, não é?

29
Set21

Arte e Inspiração

"O Grito", de Edvard Munch

Mia

edvard_munch_-_the_scream_-_google_art_project.jpg

"O Grito", de Edvard Munch

 

Ao contrario do que fiz nos outros textos, este não é sobre a Maria, mas sim sobre mim.

Muitas voltas dá a vida e nem nos meus melhores pesadelos imaginei passar por esta situação pandémica. Sou uma pessoa de medos e fobias. Multidões em lugares específicos dão-me medo. O toque físico dá-me medo. Fico confusa e com dificuldade em raciocinar, a suar e com sensação de falta de ar. Sem falar de sentir o coração a mil.

Como é óbvio e de esperar as situações do dia a dia fazem-me desesperar e o desconfinamento que se avizinha só piora.

Este quadro revela exactamente como me sinto muitas vezes, sozinha num caminho sem fim, tudo á minha volta desfocado e eu com um grito silencioso preso na garganta.

 

 

No desafio participam:

Ana DAna de DeusAna Mestrebii yue, Célia, Charneca Em Flor,  ConchaCristina AveiroGorduchitaImsilvaJoão-Afonso MachadoJosé da XãJorge OrvélioLuísa De SousaMariaMaria AraújoMarquesaMiaMartaOlgaPeixe FritoSam ao LuarSetePartidas

22
Set21

Arte e Inspiração

Stary night de Vincent Van Gogh.

Mia

22158801_LO9Do.jpeg

Stary night de Vincent Van Gogh.

Segundo texto do desafio Arte e Inspiração da Fátima Bento do blog Porque Eu Posso

 

Como tinha algum tempo disponível, resolvi trazer os meus materiais de pintura. É uma actividade que relaxa e tira da mente outras coisas menos boas.

Eu estudei a técnica das pinceladas de Van Goghm,  impasto é o nome, ou seja utilizar a tinta muito grossa para criar relevo e texturas. Um exemplo disso é o Stary night. Puxei a imagem para o meu telemovel e decidida a replicar algum do seu talento, pouco vá, pronto nenhum, iniciei o meu momento zen da semana.

Olhei para aquelas formas circulares e a coisa não saia, até que....fez-se luz. Tirei a camisola e a lingerie e voilá. Umas formas circulares mesmo á maneira. 

Espalhei algumas tintas nos sítios que queria na tela e com os seios comecei a criar formas circulares, sabe-se hoje que quanto menos remexer na tinta melhor. De maneira que uma bola com um seio e outros mais pequenos com o outro e criei, não uma obra prima, mas um emaranhado de bolas giras na tela. O melhor de tudo, é que a tela tinha um segredo.

O segredo das mamas pintoras!

 

 

No desafio participam:

Ana DAna de DeusAna Mestrebii yue, Célia, Charneca Em Flor,  ConchaCristina AveiroGorduchitaImsilvaJoão-Afonso MachadoJosé da XãJorge OrvélioLuísa De SousaMariaMaria AraújoMarquesaMiaMartaOlgaPeixe FritoSam ao LuarSetePartidas

Passem por lá, é giro ver os texto completamente diferentes que surgem.

20
Set21

A arte de ter confiança em 3 passos.

Mia

pexels-photo-7148647.jpg

 

Sabem uma coisa, a arte de ter confiança é tudo na vida. O chamado e agora tão badalado mind set. Se te sentires bem, teres confiança em ti e em quem és, é meio caminho andado para tudo.

Por exemplo:

Um lugar para estacionar apertado. Então não consigo?, claro que consigo, se já o fiz tanta vez, e pimba, na descontracção de quem sabe, o carrinho todo la dentro, do lugar de estacionamento claro. 

 

Entrar num lugar onde está alguém que detestas e ou que te intimida? Cabeça levantada, costas direitas, andar firme, se conseguires pôr um batom vermelho antes, melhor.

 

Entras numa loja xpto e as funcionárias olham para ti de ladex. Ignora, continua a tua procura e quando alguém se dirigir a ti, responde com um sorriso e um bom dia ou boa tarde e formula uma pergunta pertinente que á partida sabes que a funcionária não sabe responder.  Baixam logo a bola. Tudo isto claro com uma postura corporal aberta, mamas para frente e tudo e tudo.

 

Num date ou grupo de amigos em que queres impressionar um em especifico. Mantém conversa ligeira e minimamente inteligente, não concordes com tudo só porque sim. Sorriso fácil e pelo amor da santa não sejas uma apita ao comboio

E é isto

Sentires-te bem contigo

Ter confiança

Saberes quem és e o que procuras.

 

Atitude meus queridos e queridas, mesmo que por dentro não esteja lá tudo muito bem, mas uma atitude positiva até nos muda sem darmos por isso.

 

15
Set21

Arte e Inspiração "A Grande Onda de Kanagawa" de Katsushika Hokusai

Mia

grande onda de kanagawa.jpeg

"A Grande Onda de Kanagawa" de Katsushika Hokusai

Primeiro texto do desafio Arte e Inspiração da Fátima Bento do blog Porque Eu Posso, Fátima já te disse que adoro o nome do teu blog? Porque eu posso, diz tudo!

Os meus textos não vão fugir ao tema do meu blog, sintam-se á vontade para não ler já que pode descambar um bocado. Vou adaptar as palavras e transpor para os sonhos da Maria, a personagem do meu blog de contos eróticos. Estes contos só vão ser publicados aqui,  não poderão ler no outro blog o inconfess@avel.  Espero que se Divirtam tanto como eu me divirto a escreve-los

 

Uma capacidade que desenvolvi em adolescente é a de sonhar acordada, invento situações. quase todas de romance. Logo eu que me meto nesta trapalhada de ser submissa, eu a Maria a sonhadora parva do romance.

Então eu costumava sonhar que conhecia um gato todo super giro, romântico que me levava a passear no seu barco. Um barco á vela, daqueles com cordas em todo o lado e velas de pano brancas e um leme como se vê nos filmes.

Depois de um jantar romântico, onde ele é muito atencioso, inteligente, com boa conversa, começamos nos finalmente, nos amassos. Beijos, beijos molhados, exploração labial com a língua, mordidelas e beijos nas bochechas. 

O vento disse olá, e o meu par, como marinheiro experiente que era, disse que era melhor voltarmos. Equipamento xpto e tal, que não ia içar as velas, que íamos de motor ligado para ser mais seguro. Muito beijo, muito amasso, dedos atrevidos a passear. Estava frio, descemos para nos abrigarmos do frio e chuva, ele disse que não fazia mal.

A oscilação piorou muito, já não conseguia estar de pé, o barco gemia e rangia por todos os lados. Subimos para o convés, o tempo estava alteradissimo. Escuro, carregado de nuvens. O mar estava furioso, ondas sucediam-se, uma maior que a anterior.

Ouvi um estalo maior que os outros, o mastro tombou, fez um rombo num dos lados e a água começou a entrar e a ficar. Olhei para o meu par aterrada.

Lamento Maria disse ele. Só tenho um colete salva vidas, agarra.te ás cordas pode ser que consigas não cair na água. Vi consternada o meu namorada amoroso e atencioso vestir o colete e começar a lançar o sos no rádio.

Vi-a ao longe, grandiosa, plena da sua força. Quando chegou perto de nós elevou o barquinho e quebrou-o ao meio, senti as mãos a resvalar na corda e caí. Senti a força do mar, não conseguia respirar o suficiente,um peso no peito. Fui descendo no frio escuro e estranhamente silencioso. 

Abri os olhos, aquele sonho estava esquisito, afinal tinha o meu gatinho em cima de mim!

 

 

 

Mais sobre mim

Sigam-me

Blog de contos eróticos

Instagram @ashistoriasdamia

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub