Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The name is Mia

Desmistificar o sexo, os sex toys e questões como o assedio. Costumo dizer que tenho um sonho......que uma ou um colega chegue ao trabalho toda descabelada e diga: -Opá avariou.se o vibrador! Em vez de dizer, avariou-se a maquina de lavar!

The name is Mia

31
Ago22

Mimo

Mia

F100011387-me_love_nails.jpg

 

A minha conversa de hoje é apenas para relembrar que atenção, carinho, mimo é tão, tão importante.

Agora já largámos as mascaras ( com muita pena minha, porque habituei-me a fazer caretas sem as pessoas verem) já nos sentimos mais livres, foi um verão em grande.

Não se deslumbrem, tudo pode acabar de um momento para o outro. Uma atenção, aconchegar a roupa da cama ao redor do pescoço, levar o pequeno almoço á cama, uma mosdiscadela no ombro, uma mensagem picante ou um telefonema para quem vive longe.

Sinto as pessoas alienadas.  É a politica, as gasolinas, as taxas de juro. Tudo isso está fora da nossa casa, e é cá dentro que precisamos de reagrupar e arranjar forças para o que nos espera lá fora.

 

 

 

 

18
Mar22

control much?

Mia

controç.jpg

 

Sou uma controladora. Control freak á força toda. Tenho que ter as coisas á minha maneira, disposição, cores, coisas e também gestos, expressões e palavras. Se sai algo do meu dominio, já não sabe bem, não é bom, já não quero e não gosto.

É engraçado ver como as pessoas á minha volta se adaptam a este meu feitio de merda. E o pior é que quando o fazem eu também não gosto. A piada está no desafio.

Bom, não é?

03
Fev21

eu penso logo fodo

Mia

5.jpg

 

É com muita pena que vejo dia após dias este post como um dos mais pesquisados aqui no blog. Oh senhores e senhoras larguem lá as festas por agora.  O post é de mil nove e troca o passo, enfim.

Já andamos todos a arrancar os cabelos, não é? Pois, paciência.

Toda a gente tem segredos, e os mais cabeludos são aqueles tão secretos, tão secretos que nem os contamos a nós próprios. Uma fantasia aqui outra ali, mas nunca chegamos realmente a verbalizar a coisa.

Eu e o meu mais que tudo andamos num jogo. Que fantasia tens?

Andamos numa de explorar coisas diferentes. Se é bom? Ás vezes é, outras nem por isso. Por essa razão é que se chama fantasia e não realisia. Vistas bem as coisas, acabo por sentir a maior realização nas acções mais banais da nossa relação sexual. O que me leva a pensar: Será que é do banal que eu gosto, se sim porque é que continua a desejar outras coisas? Se não, porque é que tenho amiúde a sensação i'm home com a banalidade?

Por outro lado se as fantasias se tornassem em coisas normais aqui em casa, passaria o banal a ser a fantasia?

E se não inventar com o sexo e andarmos sempre na mesma, conseguiria sentir a realização do banal, como sinto agora?

Eu sei, eu sei.....se fosse possível gravar os meus pensamentos...

 

 

 

22
Abr20

Será ?

Mia

legs inn red intimidade.jpg

 

 Intimidade. É suposto os casais terem intimidade, mas será que têm mesmo? Ou acham que têm?

Por vezes fico surpreendida com a pouca intimidade que descubro em amigos e até na minha própria casa. E depois penso, se na intimidade não pode haver segredos, ou se aqueles pequenos grandes segredinhos íntimos são aceitáveis?

Este tempo extra que ganhei com o isolamento, deu para muitas conversas de travesseiro ou pillow talks como gosto de chamar. Descobri que com o tempo mudamos e nem sempre verbalizamos as coisas. O que era há uns anos, agora sente-se de maneira diferente e com isso perde-se intimidade em coisas que pensávamos que tínhamos.

E mais uma vez escrevo, comunicação é mesmo muito importante.

18
Abr20

Em suspenso

Mia

back to life.jpg

 

Sinto a vida em suspenso, acho que estamos quase todos assim. Gosto de evoluir, de aprender coisas novas, de ver e viver experiências com que sempre sonhei. Mas agora....

Isto agora tem muito que se lhe diga...já não consigo apreciar os pássaros a cantar, o silencio da rua incomoda-me. Se não tivermos estímulos externos á nossa vida normal, a nossa imaginação definha. Um escritor ou um pintor por exemplo, se não saírem, se não interagirem, conseguem ter a mesma inspiração? Eu cá acho que não. E logo eu, que defendo com unhas e dentes o digital, dou agora comigo com saudades de...coisas, de gentes, de situações.

Somos animais sociais, procuramos o contacto, mas também somos os que nos adaptamos, se tivermos que ficar em casa, vamos acabar por nos adaptar.

Mas entretanto, está a ser um bocado difícil, adoro ter toda a gente em casa, mas deslarguem-me!

12
Out19

O pedido, o Anel, o Anel, O pedido

Mia

casar.jpg

 

Já casei há uns bons anos. Mas não houve pedido nem anel, simplesmente, decidimos.

Hoje penso que perdi uma parte do ritual. Afinal não existiu aquela demonstração de vontade da parte dele, nem a minha aceitação louca de felicidade. Sei que é uma questão cultural e que não tem nada a ver com a realidade. Mas....aprendi a não lutar contra as mariquices que os costumes nos impõem. São importantes.

Será que ele ao não fazer o pedido formal, realmente se comprometeu? Será que eu, ao nunca aceitar tal pedido, realmente me senti entregue?

Até onde as convenções sociais interferem nas nossas resoluções. E consequentemente na nossa felicidade futura?

27
Set19

Desafio de escrita dos pássaros #3

Uma aventura

Mia

umaaventura.jpg

 

Quando era ainda uma miúda, eu e o meu mais que tudo, parecíamos uns coelhinhos.

Certo dia, na praia, a vontade era tanta, tanta que...decidimos ir dar uma volta ao carro. Era cedo e não havia carros á vista. Mas pelo sim pelo não, colocámos as toalhas presas nas janelas e nos outros vidros aquelas coisas de papelão que se usava na altura, para proteger do sol.

Hoje nem sei como é que nós aguentámos o calor naquele espaço apertado, não havia cá ar condicionado para ninguém e não podíamos abrir as janelas porque as toalhas caiam.

Adiante.

A coisa aqueceu e ainda hoje me lembro, tão boa que foi aquela queca. O carro era pequeno, sabíamos que abanava, mas....como se costuma dizer: cagando e andando.

Quando saímos. Estava estacionada ao nosso lado uma autocaravana. Uns estrangeiros a olhar para nós de boca aberta. Um casal e duas crianças

A senhora, devagar, levanta o braço e tapa os olhos da miúda mais pequena.

 

31
Mai19

Fantasiar

Mia

dream.jpg

 

A propósito de uma colega ter dito que sentia que estava a trair o marido se fantasiasse com outros. Cenas de sexo claro.  Porque fantasiar é uma coisa que todos fazemos. Quem é que não sonha em ganhar o euromilhoes (mesmo que não jogue) ?

Eu por exemplo sonho em fazer uma viagem de cruzeiro, alapada numa espreguiçadeira 24/7.é uma fantasia, porque na realidade, ficar fechada num barco era muito complicado, ficar sem fazer nada o dia todo não era para mim, e ainda por cima de certeza, que ia enjoar. é uma fantasia, um sonho, daquilo que eu acho que seriam as férias ideais, mas não é a realidade.

Fantasiar acerca de sexo, não é trair a pessoa com quem se está. É uma forma de reconhecermos as nossas vontades e desejos. Recomendo vivamente a deixar a imaginação livre.

Toda a gente a certa altura na vida desejou quem não devia, é normal e natural. Ser desejado também é bom. O que as pessoas fazem com esse desejo ou fantasia, é que por vezes não é assim tão bom. Os colegas de escola, os do trabalho, amigos....tantas pessoas com quem nos cruzamos! 

Em tempos uma amiga contou-me que teve um caso com um colega do trabalho, ah e tal olhares, reuniões de trabalho, toques...e pimba estava ali o desejo, a fantasia de alguma coisa mesmo boa, só que não! Em plena foda trocou o nome do gaijo. O colega de trabalho ficou lixado, afinal ela estava era a pensar no namorado, ela sentiu-se culpada e foi contar ao namorado, que por sua vez ficou fodido da vida e o namoro acabou ali.

Não foi bom para ninguém e o desejo e tesão podia ter sido aproveitado com quem ela realmente gostava.

Mais uma vez, falarem com as caras metades vale ouro.

 

 

 

31
Mai19

hotel e jantar burlesco

Mia

Existe um hotel em Lisboa que agora vai passar a ter espectáculos de burlesco. Funciona como um hotel temático e também tem um restaurante e um show. Sabem que eu sou fã de saídas a dois, para terem tempo, tempo de se apreciarem um ao outro.

A rotina sufoca o casal e estes tempos são preciosos.

Este hotel tem uma história, já foi casa de espectáculos agora é um bocado de tudo. Tem quartos temáticos e é bom sair da zona de conforto de vez em quando.

maxime hotel3.jpg

maxime hotel.jpg

maxime hotel2.jpg

Maxime Hotel Lisbon

 

 

 

Mais sobre mim

Sigam-me

Blog de contos eróticos

Instagram @ashistoriasdamia

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub