Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The name is Mia

Desmistificar o sexo, os sex toys e questões como o assedio. Costumo dizer que tenho um sonho......que uma ou um colega chegue ao trabalho toda descabelada e diga: -Opá avariou.se o vibrador! Em vez de dizer, avariou-se a maquina de lavar!

The name is Mia

31
Ago22

Mimo

Mia

F100011387-me_love_nails.jpg

 

A minha conversa de hoje é apenas para relembrar que atenção, carinho, mimo é tão, tão importante.

Agora já largámos as mascaras ( com muita pena minha, porque habituei-me a fazer caretas sem as pessoas verem) já nos sentimos mais livres, foi um verão em grande.

Não se deslumbrem, tudo pode acabar de um momento para o outro. Uma atenção, aconchegar a roupa da cama ao redor do pescoço, levar o pequeno almoço á cama, uma mosdiscadela no ombro, uma mensagem picante ou um telefonema para quem vive longe.

Sinto as pessoas alienadas.  É a politica, as gasolinas, as taxas de juro. Tudo isso está fora da nossa casa, e é cá dentro que precisamos de reagrupar e arranjar forças para o que nos espera lá fora.

 

 

 

 

03
Mai19

Férias Alone

Mia

casal.jpg

 

Férias sozinhos. Nunca foi uma opção para mim, sempre pensei que o gosto de férias tinha que ser com a minha cara metade e que se fosse sozinha não tinha metade da piada. Mas será mesmo assim?

Não sei se estou a deixar-me "influenciar" pelo pessoal famoso. Agora parece que é moda mostrar nas redes sociais como é nice tirar uns dias sozinhas. 

Acho que em primeiro lugar estou limitada ao orçamento, não há orçamento para fazer férias sozinha. Depois estou amarrada ao sentimento de culpa, eu vou de férias e ele não vai? Culpa.

Por um lado penso que sou antiquada ao pensar que não devo de sentir culpa, porque os orçamentos são pensados como quisermos e que se calhar uns dias completamente sozinha fariam muito bem. Por outro lado penso que são modernices de pessoal jovem que não tem verdadeiramente uma ligação com a cara metade.

Um caminho perigoso...isto de haver interesses separados, tudo bem que somos livres, mas a nossa liberdade acaba quando começa a dos outros. Num casal se não há interesses mútuos...então para quê estarem juntos.

Acontecia-me com frequência estar num grupo de amigos e sentir-me sozinha. Abominava completamente aqueles encontros de casais onde eles iam para um lado, elas para outro.  Há sempre diferenças de interesses no casal, diferença de vontades. Até onde é aceitável, e até onde se pode concluir que é saudável?

Eu não sei

Mais sobre mim

Sigam-me

Blog de contos eróticos

Instagram @ashistoriasdamia

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub